Faculdade Frassinetti do Recife

Apresentação


O que é a CPA?

A CPA - Comissão Própria de Avaliação é uma área das instituições de ensino superior instituída pela Lei Nº 10.861/ 2004.

Quais os objetivos da CPA?

- Conduzir os processos de auto-avaliação da faculdade para a melhoria na qualidade da educação;

- Produzir conhecimento sobre o cotidiano institucional em suas formas de organização, administração e ação;

- Identificar as dificuldades e potencialidades enfrentadas, no cotidiano institucional, pelos sujeitos que dela participam;

- Construir relatórios para a Direção da Instituição e para o Ministério da Educação (MEC), decorrentes dos processos de avaliação interna e externa.

Como é realizada Avaliação Institucional?

- Através de reuniões, debates e aplicação de questionários a todos os segmentos da faculdade (Direção, Diretorias Adjuntas, Coordenadorias dos Cursos, Professores, Alunos, ex-Alunos, Pessoal Técnico-administrativo, etc);

- Análise de documentos da IES;

- Sistematização, emite parecer e encaminha relatório anualmente à Direção da FAFIRE e ao MEC.

O que é avaliado?

- A missão da instituição e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI);

- A política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas formas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de pesquisa e de monitoria e demais modalidades;

- A responsabilidade social da Instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural;

- A comunicação com a sociedade;

- As políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho;

- Organização e gestão da Instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios;

- Infra-estrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação;

- Planejamento e avaliação, especialmente os processos, resultados e eficácia da auto-avaliação institucional;

- Políticas de atendimento aos discentes;

- Sustentabilidade financeira.